Plataforma para comercialização e divulgação de carne das raças autóctones avaça este mês |  | Rádio Ansiães

Plataforma para comercialização e divulgação de carne das raças autóctones avaça este mês

Está a ser criada na região transmontana uma plataforma para comercialização e divulgação de carne das raças autóctones. Estão, para já, envolvidas cerca uma dezena de associações e cooperativas de produtores de ovinos, caprinos, suínos e bovinos dos distritos de Bragança e Vila Real.

 

Pretende-se que a cooperativa possa dar resposta à necessidade de escoamento da carne de pequenas produções, criando escala, e apoiando a valorização das raças autóctones, como explica o antigo diretor de alimentação e veterinária e docente do IPB, Álvaro Mendonça, que encabeça o projeto:

 

 

O convite surgiu da CAP (Confederação de Agricultores Portugueses) e a estrutura vai desenvolver a vertente de comercialização e de marketing através de uma marca chapéu:

 

 

Um dos parceiros desta cooperativa será a Escola de Turismo do Douro em Lamego que vai colaborar na elaboração de receitas e produtos que promovam o consumo das carnes DOP:

 

 

Neste momento, estão a ser elaborados os estatutos da cooperativa, que deverá ser constituída oficialmente este mês de Abril.

 

Para já estão incluídas as raças de cabra serrana, preta de Montesinho, ovinos de raça galega mirandesa e bragançana, terrincha, churra da terra quente e badana, porco bísaro e bovinos de raça maronesa.

 

Peça: CIR (Brigantia)

Foto: Eduardo Pinto

Plataforma para comercialização e divulgação de carne das raças autóctones avaça este mês |  | Rádio Ansiães