Penedono reabriu o seu Hotel Medieval após três anos encerrado |  | Rádio Ansiães

Penedono reabriu o seu Hotel Medieval após três anos encerrado

Já criou oito postos de trabalho que estão a ser ocupados por colaboradores locais

Trata-se de unidade hoteleira de 4 estrelas única no concelho. A abertura do Hotel surge após a realização de um concurso público para a concessão e exploração do espaço lançado no início do ano e entregue no passado mês de maio à Landsmark - Sociedade Agrícola do Douro, Lda.

 

Localizado no centro da vila de Penedono, o Hotel Medieval conta com 13 quartos, dos quais dois são suites e três estão equipados com condições para alojar pessoas com mobilidade reduzida, um restaurante, um bar com uma zona lounge e um parque privativo para os clientes.

 

Os hóspedes deste hotel têm também à disposição um serviço de aluguer de bicicletas e de automóveis, e podem ainda usufruir das Piscinas Municipais interiores e exteriores, localizadas a cerca de 100 metros, bem como dos campos de jogos (ténis, basquetebol, etc.).

 

Após três anos de encerramento, o Hotel Medieval volta agora a abrir portas ao público, resultado de um esforço realizado nos últimos anos pela autarquia com o objetivo de poder disponibilizar alojamento turístico a quem visita Penedono.

 

Carlos Esteves, presidente da Câmara de Penedono, adianta que "tem vindo a verificar-se um aumento gradual do turismo no concelho e com a reabertura do Hotel vai ser possível aos turistas prolongar a sua estadia, o que atualmente não acontece".

 

Para além disso, o hotel "vai criar novos postos de trabalho, fixar mais população e, consequentemente aumentar a receita noutras áreas de negócio que já existem na vila".

 

Carlos Esteves acrescenta que tudo isto será "uma grande mais-valia para o município e para a divulgação e crescimento das empresas e produtos locais".

 

Para José Ângelo Pinto, administrador da Landsmark e empresário da região, o facto de o Município privilegiar, na proposta apresentada a concurso, uma estratégia que contemplasse um espaço que viesse a oferecer um serviço de grande qualidade e utilidade à vila e à região, foi "fator determinante para que avançasse "com um concurso que procurava qualidade, um espaço fantástico e com a experiência e equipa que existia na empresa".

 

"Vamos trabalhar em colaboração com uma empresa de marketing internacional para dinamizarmos o espaço e dar a Penedono um espaço que não existia e que há muito que a vila merece", acrescenta o empresário.

 

O projeto, que envolveu um investimento superior a 100 mil euros por parte da empresa concessionária, já criou até ao momento oito postos de trabalho que estão a ser ocupados por colaboradores locais, e também a gestão de compras tem como preferência os fornecedores locais.

 

"O nosso objetivo é que o Hotel funcione também como um fator de alavancagem do emprego local e da procura de produtos e serviços da região", nota José Ângelo Pinto.

 

Texto: Rádio Ansiães

Foto: Município de Penedono

Penedono reabriu o seu Hotel Medieval após três anos encerrado |  | Rádio Ansiães