Órfãos da tragédia de Lamego geram onda de solidariedade |  | Rádio Ansiães

Órfãos da tragédia de Lamego geram onda de solidariedade

A Câmara de Lamego vai abrir uma conta bancária para que possam ser depositados donativos em dinheiro

Durante esta semana, a Câmara de Lamego vai abrir uma conta bancária para que possam ser depositados donativos em dinheiro, a favor dos sete órfãos resultantes da tragédia pirotécnica do dia 04 de abril, no lugar de Guediche, na Penajóia, Lamego. Morreram oito pessoas, seis das quais da mesma família.


Esta iniciativa foi decidida depois de começarem a chegar à Câmara diversas intenções de apoio por parte de pessoas e empresas. E não só do concelho. Há um restaurante de Lisboa que já comunicou estar disponível para ajudar.


Só na casa do proprietário da fábrica, Egas Sequeira, em Ferreiros, ficaram cinco órfãos, dois deles de pai e mãe. Os outros dois, que vivem em Barrô, Resende, perderam o pai, que era o único sustento da casa.


Na freguesia de Ferreiros, para onde a família de Egas Sequeira (natural do Marco de Canaveses) se mudou há uns 10 anos, não lhe tem faltado apoio.


Segundo a vizinha Margarida Duarte, todos têm estado muito solidários e unidos:



As datas dos funerais são ainda uma incerteza, exceto o de Ana Sofia Batista, sobrinha de Egas Sequeira, que se vai realizar esta quarta-feira.

 

Peça: Rádio Ansiães

Foto: JN

Órfãos da tragédia de Lamego geram onda de solidariedade |  | Rádio Ansiães