Mulher de Vila Real pode ter sido morta por disparo acidental de um caçador |  | Rádio Ansiães

Mulher de Vila Real pode ter sido morta por disparo acidental de um caçador

Um caçador, de 50 anos, está indiciado como o autor do tiro que matou Paula Fernandes, a mulher de 28 anos que foi atingida no pescoço, anteontem à noite, quando regressava a casa, em Leirós, Vila Real, após uma caminhada com algumas amigas.

 

Segundo o JN, suspeita-se que a mulher tenha sido vítima de um disparo acidental do caçador durante uma espera ao javali.

 

A Polícia Judiciária ouviu vários caçadores, durante a tarde de ontem, e identificou o suspeito.

 

Paula Fernandes trabalhava no Centro Escolar Abade de Mouçós e num ATL em Vila Real.

 

Texto: Rádio Ansiães

Foto: JN

Mulher de Vila Real pode ter sido morta por disparo acidental de um caçador |  | Rádio Ansiães