Dois milhões de euros para melhorar rios de 18 concelhos do Norte do país |  | Rádio Ansiães

Dois milhões de euros para melhorar rios de 18 concelhos do Norte do país

Integram um conjunto de 57 concelhos nos quais vão ser intervencionados 1.360 quilómetros de rede hidrográfica, com um investimento de 16,2 milhões de euros.

Dezoito municípios do Norte do país vão receber dois milhões de euros para investir em projetos urgentes de regularização fluvial, tais como a limpeza de ribeiras e garantir as condições de escoamento, bem como a intervenção nas margens para diminuir o risco de erosão.

 

Os protocolos foram assinados sábado, em Alijó, na presença do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes.

 

Para além do concelho anfitrião, nesta região estão abrangidos os de Chaves, Figueira de Castelo Rodrigo, Macedo de Cavaleiros, Murça, Ribeira de Pena, Torre de Moncorvo e Vila Nova de Foz Côa. Todos os eles foram assolados, com maior ou menor grau de destruição, pelos fogos florestais de 2017.

 

Segundo o ministro do ambiente, uma rede hidrográfica limpa é mais resistente ao fogo:



O ministro do Ambiente salientou ainda que nestas intervenções não vai ser usado betão:



Em Alijó, por exemplo, a intervenção vai abranger a área afetada pelo grande incêndio que se verificou no concelho, em julho de 2017, e queimou cerca de 5.000 hectares. O presidente da Câmara, José Paredes, diz que o concelho vai receber 160 mil euros para intervir, sobretudo, na zona da albufeira de Vila-Chã:



Os 18 municípios que, no sábado, assinaram protocolos estão englobados num conjunto de 57 concelhos do território português afetados pelos incêndios, nos quais vão ser intervencionados 1.360 quilómetros de rede hidrográfica, com um investimento de 16,2 milhões de euros.

 

Reportagem: Eduardo Pinto

Dois milhões de euros para melhorar rios de 18 concelhos do Norte do país |  | Rádio Ansiães