Centro Interpretativo do Vale do Tua abre hoje as portas em Foz-Tua |  | Rádio Ansiães

Centro Interpretativo do Vale do Tua abre hoje as portas em Foz-Tua

Começa hoje a funcionar o Centro Interpretativo do Vale do Tua, na estação de Foz-Tua, concelho de Carrazeda de Ansiães.

 

O centro ocupa dois antigos armazéns ferroviários que não estavam a ser utilizados e que foram recuperados para aquelas funções.

 

Esta é uma das medidas de compensação pela construção da Barragem do Tua e segundo Fernando Barros, presidente da Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua, vai divulgar a história, a biodiversidade, a linha ferroviária centenária e barragem construída pela EDP:

 

 

A gestão do novo espaço, que custou mais de dois milhões de euros, fica a cargo da Câmara de Carrazeda de Ansiães.

 

O presidente, João Gonçalves, tem grandes esperanças de que venha a ser usado como porta de entrada para uma visita ao concelho de Carrazeda e a todo o vale do Tua:

 

 

O plano das medidas de compensação da EDP por estar a construir a barragem do Tua previa quatro pequenos centros interpretativos. Por iniciativa dos cinco municípios abrangidos (Alijó, Carrazeda de Ansiães, Murça, Vila Flor e Mirandela) e também da Direção Regional da Cultura do Norte, decidiu-se concentrar todo o investimento num único centro, com outra dimensão e com outra projeção.

 

Até domingo o acesso é livre. A partir de segunda-feira terá um bilhete de ingresso a preço simbólico, que servirá para ajudar a pagar a manutenção do espaço.

 

Texto e Foto: Eduardo Pinto

Centro Interpretativo do Vale do Tua abre hoje as portas em Foz-Tua |  | Rádio Ansiães