Agricultores e pastores do Norte exigem medidas ao Governo para colmatar avultados prejuízos |  | Rádio Ansiães

Agricultores e pastores do Norte exigem medidas para colmatar prejuízos

Incêndios e seca severá esta a deixar os produtores agro-pecuários em situação difícil

A Associação dos Agricultores e Pastores do Norte exige medidas concretas e rápidas ao Governo para colmatar os avultados prejuízos causados pelos incêndios, como o pagamento compensatório pela perda de animais, de pastos e de explorações agrícolas.

 

Os agricultores estão preocupados também com a seca severa e prolongada, e aguardam medidas céleres por parte do Governo, como refere Armando Carvalho da Associação dos Agricultores e Pastores do Norte:

 

 

Armando Carvalho salienta que as linhas de crédito não são a solução desejada, uma vez que só vêm agravar a situação, já por si delicada, dos produtores agrícolas:

 

 

Armando Carvalho refere que o Governo poderia repor a eletricidade verde e a isenção temporária da contribuição mensal para a Segurança Social.

 

Os agricultores e pastores pedem ainda que as ajudas financeiras sejam a fundo perdido e que a recolha dos cadáveres dos animais seja gratuita:

 

 

A Associação dos Agricultores e Pastores do Norte manifesta ainda o seu repúdio pelas acusações de que os incêndios são provocados pela atividade pastorícia, "denúncias infundadas", afirma a Associação, que só vêm denegrir a imagem de uma das profissões mais antigas do Mundo.

 

Peça: CIR (UFM)

Foto: Direitos Reservados

Agricultores e pastores do Norte exigem medidas ao Governo para colmatar avultados prejuízos |  | Rádio Ansiães