• simulacro_1.jpg
  • simulacro_2.jpg
  • simulacro_3.jpg
  • simulacro_4.jpg
  • simulacro_5.jpg
  • simulacro_6.jpg
  • simulacro_7.jpg
  • simulacro_8.jpg
  • simulacro_9.jpg

Socorro testado na linha do Douro

 

A Proteção Civil do distrito de Bragança testou o socorro num acidente ferroviário simulado na Linha do Douro, no viaduto de Ribalonga, junto à Quinta do Zimbro, em Carrazeda de Ansiães. O resgate de "um morto, quatro feridos graves e três ligeiros" demorou cerca de duas horas e decorreu como previsto. Foi necessário fazer a evacuação de dois dos feridos graves que foram recuperados na base do viaduto com recurso a um resgate de grande ângulo efetuado pelo Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR. "Esta é uma linha em que os acessos por via terrestre são muito difíceis e, às vezes, mesmo inexistentes", notou comandante operacional, Noel Afonso, comparando o cenário deste simulacro ao que se verificou há 10 anos na linha do Tua. "Para fazer um socorro eficaz é preciso planear e treinar", justificou. Pedro Fernandes, capitão do GIPS da GNR, salientou que operações como esta são "bastante difíceis" e implicam também "meios e recursos bastante especializados", dadas as suas características. Foram mobilizados para 72 operacionais e 14 veículos, dos Bombeiros Voluntários de Carrazeda de Ansiães, Vila Flor, Mirandela e Torre de Moncorvo, INEM e GNR de Carrazeda de Ansiães. Também esteve envolvida uma equipa de montanha do GIPS da GNR, bem como elementos da Infraestruturas de Portugal e da CP.

 

Texto e Fotos: Eduardo Pinto



Sábado, 29 de abril, o Município de Carrazeda de Ansiães organiza, no CITICA, pelas 21:30 horas, um espetáculo de dança, denominado "Uma viagem dançante".

 

A Associação Recreativa e Cultural de Pombal de Ansiães realiza, este domingo, 30 de abril, mais uma prova de vinhos. Está agendada para as 14 horas e engloba uma sessão de cantares ao desafio. Às 10:30 da manhã começa uma exposição de máquinas agrícolas e um mercadinho de rua, com artesanato e produtos locais.

 

O Centro Cultural de Vila Flor marcou para domingo um espetáculo musical pela Tuna de Medicina do Porto. Terá início às 21:30 horas.

 

Está a decorrer a 9ª Mostra de Teatro Amador organizada pela Associação Vale do Douro. A edição deste ano tem como palcos Sabrosa, Pinhão, Santa Marta de Penaguião, Peso da Régua e Mesão Frio. Os espetáculos têm entrada gratuita e dão a possibilidade de ganhar prémios como um jantar e um fim de semana na Quinta de La Rosa. O festival chega a Santa Marta de Penaguião no dia 29 com "Alice no País das Maravilhas" pelo Grupo de Teatro Fórum Boticas e a Mesão Frio onde "O Soldado Fanfarrão" vai a cena com o Grupo de Teatro do Centro Cultural Lordelense. A Régua recebe, no seu novo auditório municipal, a peça "Um morto muito vivo" pelo Gêtêpêpe a 6 de maio. O festival termina no Pinhão, a 13 de abril com "Bailado Russo" pela mão do Teatro Experimental Flaviense. Todos os espetáculos começam às 21:30 horas.

 

O Teatro de Vila Real vai apresentar, esta sexta-feira, às 21:30, a peça de teatro "À Manhã", de José Luís Peixoto, pela companhia Filandorra. Para sábado, à mesma hora, agendou o espetáculo Heterotopia + Tal-Dew, com a Kale Companhia de Dança.

 

No Teatro de Bragança há para ver, sábado, Dia Mundial da Dança, La Porteña Tango Trío & Eugenia Giordano, às 21:30. La Porteña Tango Trío é um dos grupos argentinos de Tango mais populares e contundentes da atualidade, um êxito na Argentina e Europa.

 

A aldeia de Limões, em Ribeira de Pena, vai acolher no domingo o "DesaLinho", um evento que desafia os visitantes a descobrir as tradições e o ciclo do linho desde a sementeira à tecelagem.

 

Em Vinhais decorre este fim de semana a Feira Franca da Moimenta.

 

A cidade de Lamego está a promover o maior evento de arte equestre realizado na região do Douro: a Feira de Santa Cruz. Até 3 de maio, este certame cheio de tradição oferece diariamente um programa de grandes iniciativas, no qual o cavalo é o centro de todas as atenções.

 

O Festival de Poesia de Vila Nova de Foz Côa, iniciado há 33 anos, começou quinta-feira e termina sábado, dia 29 de abril. Engloba leituras, música, debates, apresentação de livros e um espetáculo multimédia. Esta sexta-feira, pelas 22 horas, no Centro Cultural, será apresentado pelo Sindicato do Credo o espetáculo FDP-Filhos da Pátria, uma performance a partir de textos poéticos de autores malditos.

 

O Município de Murça organiza, de 5 a 7 de maio, a 13ª Feira do Azeite e do Vinho. A feira abre às 16 horas do dia 5. A partir das 21 horas, realiza-se um concerto de música portuguesa e um espetáculo de stand up comedy com Miguel 7 Estacas. No dia 6, pelas 15 horas, começa uma tarde de música tradicional. A partir das 22 horas há dramatização da Lenda da Porca de Murça e um espetáculo musical com o Grupo Função Pública. No dia 7, às 15 horas, há tarde de baile com o grupo Cordosom e atuação do artista Toy e a sua banda. O dia 8 é o Dia do Município de Murça. A comemoração começa às 10 horas com o hastear de bandeiras, há missa solene às 11 horas e, às 15 horas, realiza-se a homenagem ao poder local com a presença do ministro adjunto Eduardo Cabrita.

 

No Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, em Chaves, está patente uma nova exposição, sob o tema "Corpo, Abstração e Linguagem na Arte Portuguesa (obras da Coleção de Serralves provenientes da Secretaria de Estado da Cultura)". A exposição apresenta trabalhos dos seguintes artistas: Alberto Carneiro, Álvaro Lapa, Ângelo de Sousa, António Palolo, António Dacosta, António Sena, António Campos Rosado, Eduardo Batarda, Fernando Lanhas, Graça Morais, João Vieira, Joaquim Rodrigo, Joaquim Bravo, Jorge Martins, José Loureiro, José de Carvalho, José de Guimarães, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Júlio Pomar, Lourdes Castro, Manuel Rosa, Manuel Baptista, Manuel Baptista, Nikias Skapinakis, Paula Rego, Pedro Calapez, Pedro Cabrita Reis e René Bertholo.


Texto: Rádio Ansiães