• Tua001.jpg
  • Tua002.jpg
  • Tua003.jpg
  • Tua004.jpg
  • Tua005.jpg
  • Tua006.jpg
  • Tua007.jpg

Albufeira da barragem do Tua



ROTEIRO

 

No âmbito da iniciativa "Há Festa na Praça", em Carrazeda de Ansiães, pode ver esta sexta-feira à noite, na Praça dos Combatentes, o espetáculo de dança flamenca "De Fiesta por Sevillanas".

 

Domingo, em Foz-Tua, em Carrazeda de Ansiães, realiza-se o 8º Festival do Peixe do Rio. Começa às 16 horas.

 

A Câmara de Alijó realiza este fim de semana a Alifeira. É um certame dedicado aos vinhos e sabores dos altos.

 

Alijó acolhe sexta e sábado o "Sons do Parque", um festival de música com entrada gratuita que junta seis bandas nacionais e internacionais e mistura diferentes estilos, desde o rock, soul, blues ao jazz.

 

O Teatro de Vila Real propõe para sexta-feira, às 22 horas, na Praça do Município, 60 minutos de um espetáculo de teatro-circo com uma linguagem poética. Chama-se "Distâncias" e está a cargo da companhia espanhola "Volt'e Temps". Sábado, a partir das 11 horas, há "Circo por Miúdos" pela Nuvem Voadora, para ver no centro histórico de Vila Real, a partir das 11 horas. E à noite, a partir das 22 horas, no auditório exterior do Teatro de Vila Real, pode ver o espetáculo da Orquestra Bamba Social + Tiago Nacarato.

 

Em Mirandela, a Esproarte dá esta sexta-feira o concerto de encerramento do 3º período letivo, no auditório municipal. Está marcado para as 21:30 horas.

 

Arranca esta sexta-feira a 5ª edição do Festival da Terra Transmontana, na zona envolvente do castelo de Mogadouro, que este ano homenageia Trindade Coelho.

 

Sábado realiza-se uma tertúlia sobre o escritor e jurista natural de Mogadouro. Domingo realiza-se um desfile etnográfico, com figurantes vestidos à época de Trindade Coelho.

 

O Castelo de Montalegre volta esta sexta-feira a ser o palco principal de mais uma celebração da Sexta-13. A festa estende-se até de madrugada com um concerto dos portuenses Blind Zero.

 

E na ressaca da "Sexta 13", Montalegre propõe para sábado uma noite com a "Sinfonia Pop", um espetáculo que promete surpreender pela criatividade musical e boa disposição. O palco junta a Banda Musical de Parafita, em versão banda sinfónica, a guitarra elétrica, o baixo elétrico, os sintetizadores, o piano e a bateria do Quarteto Elétrico, com as vozes dos irmãos Pedreira. Para ver na Praça do Município, às 22 horas.

 

A aldeia de Morais, em Macedo de Cavaleiros, recria no domingo mais uma ceifa e a malhada tradicionais. Começa às 7 da manhã.

 

Por Miranda do Douro, no domingo, têm lugar as olimpíadas desportivas na aldeia de duas igrejas com inicio às 9h da manhã.

 

Em Vinhais, sábado, há Campeonato Nacional de Chegas de Touros de Raça Mirandesa.

 

Este fim de semana há Feira Quinhentista em Pinheiros, concelho de Tabuaço. Inclui um cortejo histórico, domingo, às 18 horas.

 

A comemorar a primeira década de atividade, o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, em Bragança, tem patente uma exposição da pintora, denominada "Humanidade", que fica até 24 de fevereiro do próximo ano. Propõe ainda uma viagem retrospetiva à obra dos 30 artistas que, até ao momento, ali apresentaram individualmente o seu trabalho, para ver até 28 de outubro.

 

A exposição "Breve história do Parlamentarismo Português" pode ser apreciada no CITICA, em Carrazeda de Ansiães, até 30 de agosto. A exposição está inserida numa itinerância de divulgação dos ideais parlamentares e da democracia. Em 25 painéis conta-se a história do Palácio de S. Bento e da Assembleia da República, desde as suas mais remotas origens.

 

Até 5 de agosto pode ver no Teatro Auditório de Alijó a exposição de fotografia de João Pedro Marnoto, denominada "Nove meses de inverno e três de inferno".

 

"Percursos pela Arquitetura Popular no Douro" é o nome da exposição que pode ver, até 30 de agosto, no Museu do Ferro e da Região de Moncorvo.

 

Até ao final de agosto também pode apreciar a exposição de pintura "Três Artistas, Três Olhares", no Museu Armindo Teixeira Lopes de Mirandela. São quadros da autoria de Alzira Martinho, Zulmira Costa e Rui Santos.

 

Eduardo Pinto