Herói Milhões de Murça homenageado nos 100 anos da batalha de La Lys  |  | Rádio Ansiães

Heróis Milhões de Murça homenageado nos 100 anos da batalha de La Lys

Câmara mucense que iniciar programa de comemorações no próximo mês de abril

No dia 09 de abril de 2018 vão assinalar-se 100 anos da Batalha de La Lys, integrada na I Guerra Mundial, e a Câmara de Murça já está a preparar eventos para comemorar a efeméride, já a partir de abril deste ano.

 

Mas isto só acontece porque o grande herói dessa batalha foi Aníbal Augusto Milhais, natural do concelho de Murça, que ficou conhecido pelo "Herói Milhões".

 

Já vamos aos projetos da Câmara para as comemorações. Para já, lembrar que Aníbal Augusto Milhais, natural da aldeia de Valongo de Milhais, foi um jovem analfabeto e pobre, um franzino com pouco mais de metro e meio de altura, que desobedeceu às ordens de retirada e ficou para trás, sozinho e abrigado numa trincheira, a disparar contra o inimigo alemão para ajudar as forças aliadas.

 

Ocorreu em abril de 1918, durante a Batalha de La Lys (na Flandres, Bélgica), e os seus atos de bravura valeram-lhe a mais alta condecoração militar nacional, a Ordem de Torre e Espada.

 

Após a guerra e a condecoração, o soldado regressou à sua terra natal. Tornou-se agricultor, casou, teve 10 filhos, ainda chegou a emigrar para o Brasil, de onde pouco tempo depois regressou por pressão da comunidade portuguesa, que considerava que não era digno um herói nacional ser emigrante.

 

A sua história foi depois resgatada pelo jornal Diário de Lisboa que, na década de 1920, o transformou numa espécie de símbolo nacional que passou a ser usado pela propaganda dos governos da primeira República e pelo Estado Novo.

 

O soldado Milhões teve sempre uma vida modesta e era, segundo conta a nora Berta de Jesus Moreira, de 78 anos, uma boa pessoa e um homem alegre, amigo que gostava de ter a casa cheia de gente e de contar histórias:

 

 

Tivesse ela adivinhado que um dia tanta gente iria querer saber mais sobre o herói Milhões, ter-se-ia fixado mais nas histórias que ele contava:

 

 

Apesar de a memória lhe pregar algumas partidas, Berta de Jesus Moreira lembra-se também que houve uma altura em que o sogro salvou uma bebé da morte certa:

 

 

Eduardo Milhões Pinheiro, um dos netos de Aníbal Augusto Milhais, não tem recordações do avô mas sempre ouviu falar dele:

 

 

Apesar disso, Eduardo Milhões Pinheiro reconhece que o avô mereceu o título de herói:

 

 

Esta é a história principal, mas há mais que ele próprio contaria:

 

 

O soldado Milhões era, na verdade, Milhais. Só que a alcunha de Milhões acabou por vingar e alguns dos descendentes são também Milhões:

 

 

Da história do avô, Eduardo Pinheiro admite que retira lições de vida:

 

 

Para melhor perpetuar a memória do herói Milhões, a família gostava de ver recuperada a casa onde ele viveu, em Valongo de Milhais:

 

 

O presidente da Câmara de Murça, José Maria Costa, salienta que o objetivo futuro poderá passar por reabilitar a casa ou levantar ali um memorial em honra do herói Milhões:

 

 

Seja qual for a solução, José Maria Costa admite que alguma coisa será feita:

 

 

No 09 de abril de 2018 vão assinalar-se 100 anos da Batalha de Batalha de La Lys e a Câmara de Murça já está a preparar eventos para começar comemorar a efeméride em abril deste ano:

 

 

A vinda a Murça do presidente da República, no dia 09 de abril, chegou a estar nas perspetivas da Câmara, mas parece que já não vai acontecer:

 

 

As medalhas conquistadas pelo herói Milhões foram doadas ao Museu Militar do Porto e também ao Museu do Regimento de Infantaria 13, em Vila Real, que todos os anos recorda o herói de guerra transmontano.

 

Reportagem: Rádio Ansiães

Foto: Direitos Reservados

Herói Milhões de Murça homenageado nos 100 anos da batalha de La Lys  |  | Rádio Ansiães