Distrito de Bragança poderá ter novas explorações mineiras |  | Rádio Ansiães

Distrito de Bragança poderá ter novas explorações mineiras

No total foram celebrados 13 novos contratos de pesquisa e prospeção mineira este ano, três dos quais no distrito de Bragança.

Um dos contratos refere-se à exploração de volfrâmio, estanho e ouro nos concelhos de Mogadouro, Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta, que abrange uma área de quase 98 quilómetros quadrados, concessionada à empresa Expertise Morning, pelo período de dois anos.

 

Outra das prospeções autorizadas é na área de Freixeda, abrangendo os concelhos de Alfândega da Fé, Mirandela e Vila Flor, sendo ouro, prata, chumbo, cobre, zinco e tungsténio os materiais que deverão ser explorados, numa área de 168 quilómetros quadrados. Este contrato de pesquisa e prospeção mineira foi atribuído à Minaport – Minas de Portugal.

 

À mesma empresa foi entregue o terceiro contrato, neste caso para a área de Numão, que inclui os concelhos de Carrazeda de Ansiães e Torre de Moncorvo, no distrito de Bragança e ainda Vila Nova de Foz Côa (Guarda) e São João da Pesqueira (Viseu). No total serão 46 quilómetros onde será pesquisada a existência de ouro, prata, chumbo, zinco, cobre, estanho, volfrâmio e antimónio.

 

Texto: CIR (Brigantia)

Foto: Eduardo Pinto

Distrito de Bragança poderá ter novas explorações mineiras |  | Rádio Ansiães